Portal de Anjos
Portal de Anjos
Portal de Anjos
Portal de Anjos
Portal de Anjos
Portal de Anjos
Portal de Anjos

12 - O Empreendedor

12 - O Empreendedor

Quando um ser humano decide empreender-se na via da espiritualidade, a princípio, ele se auto questiona, centraliza-se na introspecção reflexiva procurando respostas às inúmeras indagações de caráter abstrato e profundo. O indivíduo ingressa nos portais da vida interior, abrindo a si mesmo a possibilidade de encontrar o excelso tesouro de autêntica identidade espiritual; para tanto, pretende percorrer o circuito de aprendizado e progresso.

 "O empreendedor acende uma pequena fagulha na tocha da espiritualidade."

De imediato, reconhece que há invólucros inferiores (corpos físico, emocional e mental inferior) não refinados envolvendo o ser puro que pulsa em seu íntimo. Compreende ser necessário livrá-los de impurezas e alcançar especialização, pois a natureza inferior não refinada faz da natureza íntima primordial um ser cativo, um prisioneiro sob envoltórios antigos e mui resistentes.

 "É importante libertar o prisioneiro e acalentar o Espírito."

A idéia é tocar a essência. Essa idéia é bastante positiva, porém, até então, abstrata. Algo foi formulado, entretanto, permanece na condição de tese.

De repente, surge em sua mente um lampejo:

 

"Faz-se necessário planejar o labor, empreender intenção, dosar atenção e concentrar-se no ponto central."

A intenção é envolver-se "com os assuntos do espírito", atingir integração espiritual, estabelecendo uma dinâmica na trajetória de progresso. O ser prudente desenvolver-se-á paulatinamente, se tornando eloqüente testemunha do novo horizonte que se estende além do panorama comum. Ele sabe que sua natureza primeira, sua essência, deve ser alcançada e trazida à consciência, a um contato mais íntimo em experiência real e para isso ele se mobiliza. Ao ser apreciada como identidade universal de natureza divina, o ser perfeccionista irá lograr fusão eterna.

O propósito está sendo definido, sem hesitação; muito embora, ainda não haja nenhuma "substância" importante formada no plano da manifestação. Apenas, um concentrado de otimismo metafísico e princípios de natureza espiritual perseverando fielmente na consciência do célebre e sincero empreendedor; entretanto, já é algo bastante promissor no qual é possível firmar o alto propósito.

Ele então, ativa seu inerente potencial de efeito evolucionário. Compenetrado em avançar, vai se organizando para esse empreendimento de importância capital. O impulso inicial chegou para a atualização emergente e a consciência encarnada abraça o luminoso significado da vida direcionando seus hábeis esforços no planejamento extraordinário do circuito de peregrinação espiritual, para que haja capacitação progressiva nas estâncias de ordem evolutiva.

 

"No íntimo do homem nasce a Chama da esperança, a Candeia de Luz, a partir da qual ele tece a trama que o conduz de volta à Origem."

O tema sobre a Origem do Homem é a indagação primária, a mister da dialética filosófica, e faz presença em toda expressão inteligente ao apreciar o eterno. Para encontrar a verdade imanente, precisa penetrar na essência interior, o ponto central a ser desvelado e convergido. Paredes terão que ser derrubadas no labirinto de sua aventura, pois não há outro modo para se chegar ao centro. A imperfeição da conduta resulta na perfeição final. 

O caminho é solitário, ele reconhece. Surge então em sua mente, a imagem da montanha sagrada que se eleva e ultrapassa o horizonte comum, a majestosa altivez erguendo-se ao céu e para a qual deve se dirigir. É para ela que ele se determina, a fim de converter as aspirações em vivência efetiva.

O eremita se conduz na trilha manejando apenas a candeia que incide na mais elevada carreira espiritual. A princípio, a meta final faz-se longínqua, a senda é por demais cansativa, pouco estimulante e até mesmo de rara satisfação. Ele aprende que não é fácil penetrar na trilha. Todavia, conforme avança, os horizontes vão se tornando mais e mais prometedores, coloridos e definidos.

Ao compenetrar-se na tarefa, superando provas de resistência, processando novos desenvolvimentos e avanços, ele demonstra real intenção e desempenho. A beleza do progresso contínuo e continente traduz-se por lealdade e amor para com a essência. O avanço considerável oferta-lhe apercepções cada vez mais genuínas e conscientes das riquezas sublimes.

Anelado aos propósitos superiores, ele ascende ao cume montanhoso e vai se banhando no dourado do pôr-do-sol que resplandece em sua vanguarda.

Ao longe, badaladas do campanário perpetuam os passos finais do audacioso empreendedor e sons entoados pelos cânticos dos anjos conduzem o grande herói de volta ao seu verdadeiro lar.

Seja bem-vindo Vencedor! Seja bem-vindo. . .

%

 

 "Então, vi um anjo posto em pé no sol, e clamou com grande voz, falando a todas as aves que voam pelo meio do céu: "Vinde, reuni-vos para a grande ceia do Senhor.""

Apocalipse (19:17)

 

Texto retirado do livro: Filigrana - o encontro com a Luz

 

-> Respeite os Direitos Autorais

 

Amor e Luz! 

J

 

 

(acima imagem do monte Everest - Tibete)



Home
Home


Copyright © - Portal de Anjos - 2009 - 2017 - Todos os direitos reservados.

Validado em  XHTML  e  CSS